Slogan

Notícias

PÁSCOA = PASSAGEM 23/04/2011

Imagem

Ficou registrado! Há 3.500 anos milhares de pessoas Israelitas estavam fora de sua pátria, obrigadas a trabalho escravo. Os Hebreus deram origem aos israelitas. Israel tinha como cultura governo teocrático. O senhorio Divino sempre defendeu a liberdade de escolha. Esta, concedida aos seres inteligentes desde que foram criados.

Vendo o jugo a que eram submetidos o povo Hebreu, Deus decidiu que o libertaria com uma visita de passagem. E orienta através de um escolhido entre os filhos dos Hebreus que também era filho do Egito. A dupla nacionalidade de Moisés providencialmente forjada, lhe daria livre trânsito entre os dois povos.

Depois de inglórias tentativas de libertar Israel do jugo do Faraó para uma cerimônia de adoração, Deus envia Moises a orientar ao povo Hebreus que se preparassem que Ele viria libertá-los. E em meio a ações divinamente orientadas, cheias de significados e praticadas pelo o povo, o Libertador se manifestaria. Nas orientações sobre o que o povo deveria fazer, estava a indicação de que deveriam sacrificar um cordeiro sem manchas e sem defeitos. O cordeiro deveria ser servido assado à família, e acompanhado de ervas amargas e pães sem fermento. O sangue do cordeiro deveria ser aplicado aos altos das portas da casa onde houvesse Hebreus habitando. E assim seriam poupados da morte que assolaria o território opressor.

Desafortunadamente, só depois do flagelo da morte dos primogênitos sob o Faraó foi que permitiu-se a saída dos oprimidos. Só o mêdo do DEUS todo-poderoso foi capaz de quebrantar o coração do potente Faraó. Esta historia podia ser contada com um final feliz para ambos os lados, se tão somente o orgulho fosse banido do coração.

Depois de dar minuciosas orientações de como o povo hebreu deveria agir, Deus manda Moises dizer que se fizessem assim, estariam celebrando pela primeira vez a Páscoa do SENHOR.

Os hebreus atenderam a orientação recebida e aplicaram o sangue do cordeiro nos umbrais das suas portas. E quando o anjo com ordem expressa para aniquilar a opressão que parte da humanidade estava sofrendo, passou, aquelas famílias em cujas portas se achavam o sangue do cordeiro, foram libertas da morte, porque se via ali o sangue do cordeiro.

Mais tarde, bem mais tarde. 1.500 anos depois deste acontecimento estava João Batista às margens do Rio Jordão, e Jesus vem se aproximando com os Seus discípulos, e João foi compelido a dizer: “ Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo”.

Não fora o sangue de Jesus aplicado sobre os nossos pecados e a condenação da morte eterna nos abateria, aniquilando-nos para sempre. É graças ao sacrifício de Jesus – O Cordeiro de Deus, que receberemos o direito de outra vez comer do fruto da arvore da vida. Se desejar saber mais sobre o assunto entre em contato conosco. www.hasp.com.br

O HASP deseja a você uma Ótima e significativa PÁSCOA !

SIGNIFICADOS
O Cordeiro = representação de Jesus Cristo, o Cordeiro de Deus que daria a sua vida para salvar vidas.
O Sangue do cordeiro = Só com o sangue de Jesus há livramento. Liberdade!
Pão sem fermento = O fermento é símbolo do pecado. Pequena quantidade de fermento leveda toda a massa.
Ervas amargas = Para lembrarem que o Todo – Poderoso os libertara da terra das suas amarguras

Intranet

Intranet



Twitter

Rua Rocha Pombo, 49 - Aclimação - São Paulo, SP - CEP: 01525-010 / Fone: (11) 2838-7000 - (11) 3340-6990